Mostra do Imobiliário de Portugal

 

Perante o balanço extremamente positivo da primeira edição do MIP realizada no Rio de Janeiro no passado mês de Dezembro de 2012, será organizada a 2ª Mostra de Imobiliário de Portugal (MIP 2013 SP) em São Paulo, de 20 a 23 de Junho (Quinta-feira a Domingo) nas instalações e jardins do Consulado de Portugal em São Paulo.

Serão mais de mil imóveis em exposição e venda de Norte a Sul de Portugal abrangendo as suas regiões mais representativas desde o Minho, Porto, Aveiro, Óbidos, Torres Vedras, Cascais, Sintra, Estoril, Lisboa, Tróia, Alqueva, Alentejo e Algarve com vendas de imóveis a partir de 150 mil Euros (395 mil reais) num valor global de imóveis no seu conjunto superior superior a 1 bilião de euros. O MIP apresenta oportunidades concretas de investimento num mercado com uma grande oferta de qualidade e inovação e que no Rio de janeiro já proporcionou vendas no valor de 30 Milhões de euros (78 Milhões de Reais).

O MIP que tem como parceiro Institucional a Câmara Portuguesa de São Paulo e conta com o apoio Institucional de diversas entidades do Estado Português como o MNE (Ministério dos Negócios Estrangeiros), Embaixada de Portugal no Brasil, Consulado de Portugal em São Paulo, Turismo de Portugal, AICEP Portugal Global (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal) e IRN (Instituto dos Registos Notariais), o MIP tem como Patrocinador “Master” o Banco Português Caixa Geral de Depósitos (CGD) e contará com a presença na Mostra dos principais promotores e Grupos Imobiliários Portugueses entre os quais a Espart/Herdade da Comporta, ESAF, BES Imóveis, Grupo André Jordan, Promovalor, Civilria, Square, Grupo Sonae, Grupo Libertas, Geril, Grupo Noronha Sanchez, MSF Turim, Grupo ECS, Grupo Paço e Jones Lang Lasalle.

Para Miguel Horta e Costa, Comissário-Geral de Portugal para o Ano de Portugal no Brasil, “trata-se de uma importante e inovadora iniciativa que certamente contribuirá para o reforço das relações económicas entre os dois Países num dos sectores em que a oferta portuguesa se torna mais interessante e competitiva em termos comparativos”. Pedro Reis, Presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal EPE sublinha que “a imagem do Portugal contemporâneo está muito ligada ao seu setor imobiliário. Um setor que evoluiu, enormemente, na qualidade do produto que oferece, desde que a ideia arquitetónica ganha forma no papel, até que é concretizada pela excelência da engenharia nacional. Portugal tem hoje um notável parque edificado – residencial, turístico, cultural, monumental e de serviços – que acolhe muitos cidadãos de outras latitudes, atraídos pelo nosso sol ou pela nossa qualidade de vida, mas que também escolhem o nosso país devido à localização geoestratégica ou à capacidade e habilitações dos nossos recursos humanos”.

O Presidente do Grupo Consultan, Arnaldo Grossman lembra “que o mercado imobiliário de Portugal não sofreu com uma “bolha especulativa”, como na Espanha ou nos Estados Unidos. Os nossos preços não sobem desde 2005, além disso não temos lançado novos projetos no mercado.”

Luís Bernardo, Administrador da WL Partners, realça que o” Portugal moderno é muito desconhecido no Brasil. Um país que como poucos, que conseguiu conciliar uma ampla riqueza patrimonial histórica com a modernização das suas infra estruturas e a sofisticação da oferta de serviços que resultou da aposta feita, nestes últimos anos, nas novas tecnologias, nas energias renováveis e na inovação. Se a tudo isto, juntarmos paisagens naturais deslumbrantes, cultura diversificada, gastronomia única e um ambiente de segurança e de acolhimento raros fica essa imagem de marca de que em Portugal todos se sentem em casa”.

O MIP tem como principais públicos-alvo os investidores empresariais e privados brasileiros e a extensa comunidade luso descendente.

Constitui por isso, uma oportunidade única como realça Frederico Cunha, Vice-Presidente da Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro ” Nesta nossa “embaixada” imobiliária, trazemos ao Brasil um conjunto de imóveis que, pela sua localização privilegiada e pela sua qualidade não ficarão indiferentes aos investidores e demais compradores. Surge num período conturbado da economia mundial mas com a certeza da intemporalidade dos imóveis apresentados. Trazemos o melhor que temos. Trazemos oportunidades para os investidores, para os brasileiros e para os luso-descendentes. Trazemos condições únicas para um retorno financeiro muito interessante. Trazemos oportunidades para obter uma residência em Portugal – porta da Europa. Liga-nos a língua, a cultura, o passado, o presente e o futuro e a comunidade de luso descendentes de São Paulo e os brasileiros interessados em investir em Portugal têm também a opção de adquirir imóveis de alto padrão, com localização privilegiada e preços acessíveis devido à crise económica que atinge a Europa. Comparando com as áreas mais nobres de São Paulo, os visitantes da mostra podem encontrar imóveis similares até pela metade do preço.

Além dos valores atraentes, baixas taxas de financiamento, a facilidade da língua e a proximidade cultural, há ainda outros fatores que justificam o aumento do interesse do brasileiro em investir no mercado imobiliário de Portugal: a infraestrutura moderna, serviços eficientes, segurança, opções de entretenimento, bom clima, riqueza histórica, culinária de qualidade, praias, campos de golfe e muito mais.

Portugal é um país com uma localização privilegiada para investir, para fazer negócios e para viver. A oferta de recursos humanos qualificados, a disponibilidade de infra-estruturas de nível mundial, o ambiente de negócios favorável e a facilidade de acesso a mercados, entre outros, são factores que têm contribuído para um fluxo continuado de novos investimentos na indústria, no turismo, no comércio e nos serviços.

O MIP foi projetado com o intuito de aproximar todos os agentes intervenientes nas mais diversas áreas do sector imobiliário dos dois países. Pretende estimular o mercado português e mostrar as novas tendências e conceitos de negócio, informando melhor quem quer comprar ou investir e dando origem a transações mais sustentadas e sólidas assim como à fomentação de uma rede de contatos internacional entre promotores dos 2 países.

 

QUEM COMPRAR UM IMÓVEL EM PORTUGAL NO VALOR IGUAL OU SUPERIOR A 500 MIL EUROS (1 MILHÃO E 300 MIL REAIS) PODERÁ OBTER UMA AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA TEMPORÁRIA, QUE PERMITE A LIVRE CIRCULAÇÃO NO ESPAÇO EUROPEU.

 

O MIP surge num momento em que Portugal tem vindo a levar a cabo importantes reformas no sector imobiliário. Uma das medidas que irá ter um forte impacto no mercado imobiliário Português é a criação de um regime especial para a concessão de autorizações de residência temporária, possibilitando a nacionais de países terceiros obter uma autorização de residência – sem necessidade de obtenção prévia de visto de residência –, desde que realizem determinados investimentos em Portugal, seja através de criação de centros de negócio, seja através de investimentos financeiros ou imobiliários, designadamente a aquisição de bens imóveis de valor igual ou superior a EUR 500.000,00.

Para além de permitir a obtenção de autorização de residência temporária em Portugal, por inerência, os respectivos titulares poderão circular livremente no Espaço Schengen (Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, República Checa, Países Baixos, Polónia, Portugal, Suécia e Suíça).

Este novo regime de autorização de residência temporária insere-se num vasto conjunto de mais-valias para quem investe em Portugal de que realçávamos a oportunidade de livre circulação de pessoas e bens no espaço Europeu; Acesso ao Passaporte Comunitário; Acesso a um mercado de 495 milhões de potenciais consumidores; Sistema Fiscal estável e credível; Extensa rede de convenções internacionais; Elevada Acessibilidade e centralidade; Acesso a Fundos da União Europeia e investir num país com Inexistência de restrições ao Investimento estrangeiro e mecanismos fechados de protecionismos;

Por isso no âmbito do MIP foi lançado o “Guia do Investimento do Imobiliário em Portugal” numa edição e produção feita propositadamente pela PLMJ no sentido de responder e esclarecer todas as questões relacionados com o investimento estrangeiro em Portugal.

Breve descritivo da Mostra

Mostra de imobiliário Português com três áreas de exposição: Stands Institucionais, zona de Stands individuais GOLD MIP e área do Stand Global MIP, zona de Recepção destinada a credenciação, informação e fornecimento de materiais promocionais, zona comercial para reuniões com potenciais investidores e zona “lounge”.

 

Local
Consulado Geral de Portugal em São Paulo
Rua Canadá, 324

Horário
21 de Junho – 13h às 21h 
22 e 23 de Junho – 11 às 21h

 

Informações:

NATÁLIA SILVA
nsilva@wlpartners.pt

HELENA COELHO
helenacoelho2@gmail.com